Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
O materialismo

A CSI considera necessário que todas as economias continuem a ser amparadas e controladas e apoiadas por normas sociais, no sentido de que as mesmas promovam um melhor emprego – um emprego digno e devidamente compensado –, o que não é compatível com a exploração materialista desenfreada da população mundial…
Isso mesmo disse a CSI aos governantes do G20.
Mas será que eles a ouviram?

O materialismo levou o ser humano a um vazio existencial e a desacreditar, hoje, nas ideologias políticas, que teimam em não dar resposta às necessidades humanas.
O progressivo mercantilismo e a constante queda dos valores morais e a desilusão com a mundialização da economia levam as pessoas a não acreditar no progresso e, consequentemente, num mundo melhor.
Todo este cenário tem conduzido a humanidade ao desespero.
É, por isso, necessário, é urgente, corrigir este estado de coisas…
é necessário uma luta constante por melhores condições de vida da humanidade… é necessária uma maior e melhor repartição da riqueza produzida no mundo…é necessário terminar com os guetos de pobreza… é necessário acabar com todo o tipo de discriminação, seja baseada na raça, na cor, na riqueza ou no meio social… é necessário que a sociedade, que a humanidade tome consciência do risco a que a mesma está a condenar o planeta…
Será que as indústrias de armamento e os valores gastos com o desenvolvimento de armas nucleares contribuem para o desenvolvimento da humanidade?
Os líderes do G20 reuniram-se em S. Pittsburgh num momento em que a recessão que flagelou o mundo está tocando no fundo, reduzindo-se o declive massivo da produção na maioria das principais economias e num momento em que os governos se preparam para abandonar medidas de estímulo utilizadas para combater a crise.
A Confederação Sindical Internacional (CSI), porque reivindica princípios de defesa das populações mais desfavorecidas, consciente da necessidade de criação e de distribuição de riqueza que possa colmatar as diferenças sociais, e no sentido de evitar a repetição de erros do passado recente, considera ser perigoso, extemporâneo e contraproducente este tipo de comportamento, já que as perspectivas para uma recuperação são ainda muito incertas e modestas e resultam, em grande parte, dessas medidas de estímulo aplicadas pelos governos.
Pelo contrário, a CSI considera necessário que todas as economias continuem a ser amparadas, controladas e apoiadas por normas sociais, no sentido de que as mesmas promovam um melhor emprego – um emprego digno e devidamente compensado –, o que não é compatível com a exploração materialista desenfreada da população mundial.
Isso mesmo disse a CSI aos governantes do G20.
Mas será que eles a ouviram?
     
   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN