Pesquisa

ok
Home»Nortada»Nortada Detalhe
 
Na praia

Adriana Reis

Brancas, diáfanas nuvens,
que correis no céu depressa;
tentai ir mais devagar,
que eu fico aqui à espera.

À espera de ver o sol,
que escondestes, entretanto.
Não me priveis dele, peço,
p'ra que não fique eu em pranto.

Em pranto por o não ver,
nem dele sentir calor.
É dele que eu dependo
e enalteço seu valor.

Seu valor incalculável,
para que a vida aconteça.
Deixai-me vê-lo, senti-lo.
Ide embora e bem depressa!      

   Imprimir        Voltar        Topo
Copyright © 2007 SBN